domingo, 3 de julho de 2016

NOVA E ETERNA ALIANÇA - 03/07/2016

NOVA E ETERNA ALIANÇA – ESCRITO NO DIA 03 DE JUNHO DE 2016

- Eu tenho sempre me esforçado para mostrar o que o Espírito Santo nos revela através da Bíblia Sagrada, sobre a salvação do homem ser pela fé em Jesus Cristo e não pela guarda das leis de Moisés (antiga aliança), porque os chamados (arminianos), aqueles que ainda acreditam na guarda das leis de Moisés como forma de salvação, estes estão perdendo o benefício da graça de Deus e inutilmente tentando se justificar a si mesmos mediante a guarda das leis: (Romanos 3: 20 Por isso nenhuma carne será justificada diante dele pelas obras da lei, porque pela lei vem o conhecimento do pecado.) - (Romanos 4: 2 Porque, se Abraão foi justificado pelas obras, tem de que se gloriar, mas não diante de Deus.) - (Gálatas 2: 16 Sabendo que o homem não é justificado pelas obras da lei, mas pela fé em Jesus Cristo, temos também crido em Jesus Cristo, para sermos justificados pela fé em Cristo, e não pelas obras da lei; porquanto pelas obras da lei nenhuma carne será justificada.) Não perca o benefício da Graça de Deus: (Gálatas 5: 4 Separados estais de Cristo, vós os que vos justificais pela lei; da graça tendes caído.) Deus anuncia a Nova e Eterna Aliança que substituiria a Primeira: ( Jeremias 31: 31 Eis que dias vêm, diz o SENHOR, em que farei uma aliança nova com a casa de Israel e com a casa de Judá. 32 Não conforme a aliança que fiz com seus pais, no dia em que os tomei pela mão, para os tirar da terra do Egito; porque eles invalidaram a minha aliança apesar de eu os haver desposado, diz o SENHOR. 33 Mas esta é a aliança que farei com a casa de Israel depois daqueles dias, diz o SENHOR: Porei a minha lei no seu interior, e a escreverei no seu coração; e eu serei o seu Deus e eles serão o meu povo. 34 E não ensinará mais cada um a seu próximo, nem cada um a seu irmão, dizendo: Conhecei ao SENHOR; porque todos me conhecerão, desde o menor até ao maior deles, diz o SENHOR; porque lhes perdoarei a sua maldade, e nunca mais me lembrarei dos seus pecados.) - (Hebreus 8: 13 Dizendo Nova aliança, envelheceu a primeira. Ora, o que foi tornado velho, e se envelhece, perto está de acabar.) - (II Coríntios 3: 14 Mas os seus sentidos foram endurecidos; porque até hoje o mesmo véu está por levantar na lição do velho testamento, o qual foi por Cristo abolido).

.

- Vamos compreender de uma vez por todas que a salvação é única e exclusivamente pala fé em Jesus Cristo e não pela guarda das leis: (João 1: 17 Porque a lei foi dada por Moisés; a graça e a verdade vieram por Jesus Cristo.) Porque Jesus não morreu debalde não: (Gálatas 2: 21 Não aniquilo a graça de Deus; porque, se a justiça provém da lei, segue-se que Cristo morreu debalde.) Ele veio viver como homem, cumprir todas as leis e se dar a si mesmo em sacrifício pelos nossos pecados, Jesus morreu pagando um preço de resgate pelas nossas vidas: (Marcos 10: 45 Porque o Filho do homem também não veio para ser servido, mas para servir e dar a sua vida em resgate de muitos.) Jesus nos comprou com o seu sangue, como está escrito: (Apocalipse 5: 9 E cantavam um novo cântico, dizendo: Digno és de tomar o livro, e de abrir os seus selos; porque foste morto, e com o teu sangue compraste para Deus homens de toda a tribo, e língua, e povo, e nação). Nós fomos lavados no sangue do Cordeiro e já alcançamos pela fé no Cristo a salvação para a vida eterna, como Jesus disse: (João 6: 47 Na verdade, na verdade vos digo que aquele que crê em mim tem a vida eterna.) Porém o inimigo que é o diabo e satanás, o acusador: (Apocalipse 12:10), sempre vai tentar provar o contrário em sua mente e em seu coração, dizendo que você não está salvo não, e que se não guardar todas as leis, será condenado; e como ninguém consegue guardar todas as leis e fazer isso o tempo todo sem errar em nenhuma delas, acabamos acreditando que de fato estamos condenados.

.

- O inimigo vai sempre tentar te provar que por você ainda ser um pecador: (I João 1: 8 Se dissermos que não temos pecado, enganamo-nos a nós mesmos, e não há verdade em nós.) Você é indigno da salvação. Sim, somos pecadores sim, mas como está escrito: (I João 1: 9 Se confessarmos os nossos pecados, ele é fiel e justo para nos perdoar os pecados, e nos purificar de toda a injustiça.) Jesus pagou o preço pelos nossos pecados, Ele é a propiciação pelos nossos pecados: (I João 2: 1 Meus filhinhos, estas coisas vos escrevo, para que não pequeis; e, se alguém pecar, temos um Advogado para com o Pai, Jesus Cristo, o justo. 2 E ele é a propiciação pelos nossos pecados, e não somente pelos nossos, mas também pelos de todo o mundo.) Ou seja: JESUS nos justificou, porque Ele que nunca pecou, se deu a si mesmo morrendo em nosso lugar e nos comprou com o seu sangue, como lemos em: (Apocalipse 5:9). Portanto, não deixe que ninguém te convença do contrário, antes acredite na verdade, que JESUS CRISTO veio viver como homem: (João 1: 14 E o Verbo se fez carne, e habitou entre nós). E Ele morreu pelos nossos pecados e ressuscitou para sua justificação como está escrito na Bíblia: (Romanos 4: 25 O qual por nossos pecados foi entregue, e ressuscitou para nossa justificação.) Jesus deu a sua vida em resgate das nossas, como Ele mesmo disse em: (Marcos 10: 45).

.

Porém ainda hoje, muitos “mestres da lei”, sem saber estão sendo usados pelo inimigo, e sem intenção de matar estão matando a fé de muitos, pois estão ajudando a te condenar em teu coração, tirando a fé na justificação que há em Jesus e tentando te obrigar a carregar um julgo que ninguém conseguiu (guardar todas as leis sem nunca errar em nenhuma delas como forma de merecer a salvação); veja o que Pedro disse sobre isto: (Atos 15: 10 Agora, pois, por que tentais a Deus, pondo sobre a cerviz dos discípulos um jugo que nem nossos pais nem nós pudemos suportar? 11 Mas cremos que seremos salvos pela graça do Senhor Jesus Cristo, como eles também.) Parem de condenar os inocentes, pois DEUS quer de nós a misericórdia e o conhecimento d’Ele, veja: (Oséias 6: 6 Porque eu quero a misericórdia, e não o sacrifício; e o conhecimento de Deus, mais do que os holocaustos.) Foi por ver isto que JESUS disse: (Mateus 12: 7 Mas, se vós soubésseis o que significa: Misericórdia quero, e não sacrifício, não condenaríeis os inocentes.)

.

- Infelizmente estes que te acusam de pecado, eles mesmos ainda acreditam na (Antiga Aliança), que serão salvos não pela justificação que há em Jesus Cristo (Nova Aliança), mas sim pela guarda de 100% das leis as quais nem eles mesmos guardam, porem quando se converterem o véu será tirado do coração deles: (II Coríntios 3: 14 Mas os seus sentidos foram endurecidos; porque até hoje o mesmo véu está por levantar na lição do velho testamento, o qual foi por Cristo abolido; 15 E até hoje, quando é lido Moisés, o véu está posto sobre o coração deles. 16 Mas, quando se converterem ao Senhor, então o véu se tirará.) Ser salvo pela guarda das leis é impossível, porque ninguém guarda todas elas e o tempo todo, como Jesus disse: (João 7: 19 Não vos deu Moisés a lei? e nenhum de vós observa a lei. Por que procurais matar-me?). Alguns podem até guarda-las em parte, mas nunca todas elas (guardar todas as leis sem errar nunca em nenhuma delas como Jesus fez), e asso, seroa necessário para se obter a salvação pela guarda das leis (por merecimento). Porém somente JESUS viveu como homem e nunca pecou, e se deu a si mesmo por nós: (Hebreus 4: 15 Porque não temos um sumo sacerdote que não possa compadecer-se das nossas fraquezas; porém, um que, como nós, em tudo foi tentado, mas sem pecado.) Jesus nos justificou e nos salvou; Ele agora Ele está tirando os nossos pecados pelo seu Espírito Santo como era previsto: (Malaquias 3: 1-3); e Jesus ainda voltará para nos levar para Ele mesmo, e ai sim, seremos totalmente ausentes de pecados, pois seremos como os anjos de Deus no céu, como Jesus disse em: (Mateus 22:30); é como também lemos em: (I Coríntios 15: 44-54) onde diz que seremos transformados em novas criaturas imortais, espirituais e incorruptíveis. É como também está escrito em: (Hebreus 9: 28 Assim também Cristo, oferecendo-se uma vez para tirar os pecados de muitos, aparecerá segunda vez, sem pecado, aos que o esperam para salvação.)

.


- Porém alcançarmos a perfeição como forma de merecimento ainda neste mundo e neste corpo carnal e corrompido é impossível a qualquer homem e só Jesus conseguiu isso. Nós somos carne e como está escrito: (Romanos 7: 19 Porque não faço o bem que quero, mas o mal que não quero esse faço.) – (Romanos 7: 23 Mas vejo nos meus membros outra lei, que batalha contra a lei do meu entendimento, e me prende debaixo da lei do pecado que está nos meus membros. 24 Miserável homem que eu sou! quem me livrará do corpo desta morte? 25 Dou graças a Deus por Jesus Cristo nosso Senhor. Assim que eu mesmo com o entendimento sirvo à lei de Deus, mas com a carne à lei do pecado.) Portanto como ninguém consegue guardar todas as leis e fazer isso o tempo todo sem errar em nenhuma delas, todos nós estávamos debaixo da condenação, isto é: - Todos que ainda não são da fé em Cristo, ainda estão condenados, como está escrito: (Gálatas 3: 10 Todos aqueles, pois, que são das obras da lei estão debaixo da maldição; porque está escrito: Maldito todo aquele que não permanecer em todas as coisas que estão escritas no livro da lei, para fazê-las.) Nós porém não somos da lei, mas da fé; nós não somos da Antiga aliança não, mas sim da NOVA E ETERNA ALIANÇA que é a salvação pela FÉ EM JESUS CRISTO, e sabemos que somos justificados gratuitamente, pela redenção que há em Cristo Jesus, como está escrito: (Romanos 3: 23 Porque todos pecaram e destituídos estão da glória de Deus; 24 Sendo justificados gratuitamente pela sua graça, pela redenção que há em Cristo Jesus.) Porque Deus nos deu a salvação de graça, pela sua graça, pela fé no seu Filho Jesus que nos justificou morrendo em nosso lugar, o Justo pelos injustos: (I Pedro 3:18). E quanto a lei, esta veio para nos mostrar o quanto somos pecadores, e para nos conduzir a Cristo o qual nos dá o seu Espirito Santo e nos faz nascer de Deus: (Gálatas 3: 24 De maneira que a lei nos serviu de aio, para nos conduzir a Cristo, para que pela fé fôssemos justificados.) Porque é somente crendo em JESUS que o homem nasce de DEUS: (João 1: 11 Veio para o que era seu, e os seus não o receberam. 12 Mas, a todos quantos o receberam, deu-lhes o poder de serem feitos filhos de Deus, aos que crêem no seu nome; 13 Os quais não nasceram do sangue, nem da vontade da carne, nem da vontade do homem, mas de Deus.)

terça-feira, 14 de junho de 2016

ARVORES E SEUS FRUTOS


DEUS é bom e nos quer pertinho d'Ele fazendo o bem! Em: (Lucas 13:6) JESUS nos revela que é necessário que cada um de nós produza bons frutos, pois Ele nos revela através de uma parábola, que havia uma figueira em uma vinha, e que o proprietário da vinha já havia procurado frutos nela por vários anos e nunca encontrava, então Ele diz ao vinhateiro que corte a figueira, pois está ocupando o terreno inutilmente. Porém o vinhateiro lhe pede um tempo, para adubar a figueira e então se ela não der frutos, será cortada.

JESUS está nos adubando! Ele nos revelou em: (João 15), que Ele é a Videira Verdadeira, nós somos as galhas e DEUS é o lavrador que retira as ganhas que não dão fruto e limpam as que dão fruto, para que deem ainda mais frutos. Sem JESUS não poderemos produzir fruto nenhum; e quando por não produzir somos desligados d’Ele, secamos e morremos; e então somos queimados. É exatamente o que acontecerá na consumação dos séculos com os que não estiverem em JESUS, (Apocalipse 14:14), pois na consumação dos séculos, JESUS virá buscar os seus, e outro anjo colherá as galhas secas e um outro anjo (o que tem poder sobre o fogo) os queimará.

Da mesma forma, em: (Mateus 25:31) JESUS nos revela que Ele virá separar os bodes das ovelhas, e colocará as ovelhas a sua direita e os bodes a esquerda; e dirá as ovelhas: “VINDE, BENDITOS DE MEU PAI, POSSUÍ POR HERANÇA O REINO QUE VOS ESTÁ PREPARADO DESDE A FUNDAÇÃO DO MUNDO; PORQUE TIVE FOME, E DESTES-ME DE COMER; TIVE SEDE, E DESTES-ME DE BEBER; ERA ESTRANGEIRO, E HOSPEDASTES-ME; ESTAVA NU, E VESTISTES-ME; ADOECI, E VISITASTES-ME; ESTIVE NA PRISÃO, E FOSTES VER-ME.” E quando os justos lhe perguntarem: Quando fizeram isto pelo Senhor? Então JESUS responderá: “QUANDO O FIZESTES A UM DESTES MEUS PEQUENINOS IRMÃOS, A MIM O FIZESTES”.

JESUS nos revelou que não fomos nós que o escolhemos, mas que foi Ele quem nos escolheu e nos nomeou, para que déssemos muitos frutos, frutos que permanecem para sempre, a fim de que tudo o que pedirmos ao Pai em seu Nome, o Pai nos conceda: (João 15:16). Portanto, vamos ser gratos e permanecer ligados n’Ele, do contrário morreremos e após mortos e secos, seremos queimados, pois o que já está morto e seco, só resta ser queimado. Más se permanecermos ligados em JESUS, então será como Ele disse: “SE VÓS ESTIVERDES EM MIM, E AS MINHAS PALAVRAS ESTIVEREM EM VÓS, PEDIREIS TUDO O QUE QUISERDES, E VOS SERÁ FEITO. NISTO É GLORIFICADO MEU PAI, QUE DEIS MUITO FRUTO; E ASSIM SEREIS MEUS DISCÍPULOS.” (João 15: 7-8).

Hoje é o dia, agora é o tempo aceitável, e como está escrito: “OU FAZEI A ÁRVORE BOA, E O SEU FRUTO BOM, OU FAZEI A ÁRVORE MÁ, E O SEU FRUTO MAU; PORQUE PELO FRUTO SE CONHECE A ÁRVORE.” (Mateus 12:33) E quanto aos que não querem se ligarem em JESUS e ser seu discípulo, estes não produzirão bons frutos, é como está escrito: ” ESTÁ POSTO O MACHADO À RAIZ DAS ÁRVORES; TODA A ÁRVORE, POIS, QUE NÃO PRODUZ BOM FRUTO, É CORTADA E LANÇADA NO FOGO”: (Mateus 3:10).

sexta-feira, 21 de dezembro de 2012

FÉ AMOR E SANTIFICAÇÃO – 21/12/2012
https://sites.google.com/site/jesus2336987/ 
Eu acredito nesta seqüência: Primeiro a fé em Jesus, depois buscamos praticar o amor e a reta justiça e a santificação.
Jesus Cristo é o mesmo, ontem, e hoje, e eternamente, e o julgo d’Ele é suave e o fardo d’Ele é leve, porque Ele nos ama e quer nos salvar a todos: I Timóteo 2: 4 Que quer que todos os homens se salvem, e venham ao conhecimento da verdade.
Observemos a paciência, o amor e o perdão de Jesus pelos escolhidos, na vida do Apóstolo Pedro:
Jesus disse a Pedro: Lucas 22: 31 ...Simão, Simão, eis que Satanás vos pediu para vos cirandar como trigo; 32 Mas eu roguei por ti, para que a tua fé não desfaleça; e tu, quando te converteres, confirma teus irmãos.
Não podemos nunca desfalecer na fé, pois é através dela que recebemos o Espírito Santo de Deus que nos converte de verdade.
Jesus disse que não perderia nem um dos que Deus lhe enviasse e realmente Ele não perde: João 10: 27 As minhas ovelhas ouvem a minha voz, e eu conheço-as, e elas me seguem; 28 E dou-lhes a vida eterna, e nunca hão de perecer, e ninguém as arrebatará da minha mão. 29 Meu Pai, que mas deu, é maior do que todos; e ninguém pode arrebatá-las da mão de meu Pai. 30 Eu e o Pai somos um.
Notem a paciência que Jesus tem com os escolhidos, com aqueles que Deus antes escolheu, predestinou e enviou a Ele para a salvação. (Romanos 8: 26)
Pedro havia sido escolhido por Deus a crer em Jesus como lemos em: Mateus 16: 16 E Simão Pedro, respondendo, disse: Tu és o Cristo, o Filho do Deus vivo. 17 E Jesus, respondendo, disse-lhe: Bem-aventurado és tu, Simão Barjonas, porque to não revelou a carne e o sangue, mas meu Pai, que está nos céus.
Ninguém escolhe seguir à Jesus, é Deus que nos escolhe e nos envia e notem, que mesmo sendo um escolhido e passado três anos com Jesus, Pedro ainda o negou e negou três vezes, porque ainda não havia sido convertido de verdade, porque ainda não havia recebido o Espírito Santo: (Marcos 14: 68)
Aqui conhecemos o amor, o perdão e a paciência de Jesus Cristo, pois mesmo Pedro o negando três vezes, Jesus o restaurou e o salvou: (João 21:15)
Pedro o havia o negado por não ter ainda recebido o Espírito Santo o qual veio também sobre Ele nos dia de Pentecostes: (Atos 2)
Da mesma forma, todos nós que fomos escolhidos por Deus e enviados a Jesus, teremos a vida eterna, pois Jesus tem poder para nos salvar.
O Apóstolo Paulo também não era convertido à Jesus e o perseguia, e Jesus também o converteu, porque ele era um escolhido por Deus estando ainda no ventre da sua mãe! 
Todos nós que cremos em Jesus e recebemos o Espírito Santo, crescemos gradativamente até chegarmos a estatura de um varão perfeito, que é Jesus homem, porque Deus nos escolheu e nos predestinou para sermos conformes à imagem d’Ele e nós não podemos desprezar isto, pois como este escrito: 1 Tessalonicenses 4: 4.7 Porque não nos chamou Deus para a imundícia, mas para a santificação. 4.8 Portanto, quem despreza isto não despreza ao homem, mas, sim, a Deus, que nos deu também o seu Espírito Santo. 4.9 Quanto, porém, à caridade fraternal, não necessitais de que vos escreva, visto que vós mesmos estais instruídos por Deus que vos ameis uns aos outros;
Vamos ler também segundo a Nova Tradução na Linguagem de Hoje:
1 Tessalonicenses 4: 4.7 Deus não nos chamou para vivermos na imoralidade, mas para sermos completamente dedicados a ele. 4.8 Portanto, quem rejeita esse ensinamento não está rejeitando um ser humano, mas a Deus, que dá a vocês o seu Espírito Santo. 4.9 Não há necessidade de lhes escrever a respeito do amor pelos irmãos na fé, pois o próprio Deus lhes ensinou que vocês devem amar uns aos outros.
São duas coisas importantíssimas às quais devemos vigiar sempre para cumpri-las e sempre pelos dons recebidos do Espírito Santo:
1º - A santificação que é a nossa separação para Deus, ou seja: Viver uma vida completamente separada e dedicada a Deus, nos desviando de todo embaraço, de todo pecado e também de toda aparência de pecado. Quando Paulo nos diz para nos desviarmos da imundícia ele está falando da imoralidade, prostituição e este tipo de pecado nos contamina como Jesus declarou: Mateus 15: 18 ... o que sai da boca, procede do coração, e isso contamina o homem. 19 Porque do coração procedem os maus pensamentos, mortes, adultérios, prostituição, furtos, falsos testemunhos e blasfêmias.
2º - E o mais importante é o amor, ou a caridade que pelo Espírito Santo de Deus que agora habita em nós, sabemos que devemos amar aos nossos semelhantes como Jesus nos amou e perdoar sempre como Jesus nos perdoa sempre.
Antes de tudo, nós temos que entender que todos os dons que necessitamos para vivermos assim vêem de Deus, como está escrito: Efésios 2: 8 Porque pela graça sois salvos, por meio da fé; e isto não vem de vós, é dom de Deus. 9 Não vem das obras, para que ninguém se glorie; 10 Porque somos feitura sua, criados em Cristo Jesus para as boas obras, as quais Deus preparou para que andássemos nelas. Ou seja: Somos salvos pela graça de Deus por meio da fé em Cristo e isso não vem de nós mesmos, mas é um presente dado por Deus. A salvação não é o resultado dos nossos esforços; portanto, ninguém pode se orgulhar de tê-la. Pois foi Deus quem nos fez o que somos agora; em nossa união com Jesus Cristo, ele nos criou para que fizéssemos as boas obras que ele já havia preparado para nós.
Agora que entendemos que não temos merecimento algum, vamos entender melhor, como devemos viver as nossas vidas e quais os dons vindos de Deus que nós necessitamos para vivermos assim.
Qual o mais importante: Santificação ou Amor ao próximo?
Ambos são fundamentais e necessários, e também ambos só são possíveis através dos dons que recebemos de Deus.
Jesus Declarou que todos que cometem pecado são escravos do pecado e que somente Ele pode nos libertar dos pecados. (João 8: 34-35) então devemos pedir estes dons a Ele e claro, nos entregar completamente a Jesus para que Ele venha habitar em nós, e nos libertar a cada dia de um pecado até chegarmos à estatura de um varão perfeito como Ele é. (Efésios 4: 13)
Quanto ao amor fraternal é a mesma coisa, nós não conseguimos de nós mesmos, amar de verdade, amar nossos inimigos, e nem dar a outra face à bater se de Deus não recebermos esse dom, pois o amor e o perdão também são dons vindos de Deus e a receita é a mesma: Devemos nos entregar completamente à Jesus para que Ele venha habitar em nós e nos transformar!
Se observarmos os quatro evangelhos que contam a vida de Jesus, e todos os ensinamentos d’Ele, toda a sua doutrina que é a mesma doutrina de Deus, pois os dois são um só, toda ela nos mostra que Jesus quer de nós em primeiro lugar a FÉ, o AMOR e o PERDÃO, mas isto é gradual, pois: Marcos 2: 21 Ninguém deita remendo de pano novo em roupa velha; doutra sorte o mesmo remendo novo rompe o velho, e a rotura fica maior. É necessário um crescimento gradual, contínuo e permanente o qual vem do Espírito Santo que nos ensina e nos liberta a cada dia, de outra maneira, a pessoa se sente pressionada, atropela, confunde e desanima e desfalece no meio do caminho, e acaba perdendo a fé! E não podemos perder a fé, pois tudo começa pela fé!
Eu creio que a santificação é a conseqüência de uma vida com Cristo, muitos tem buscado a santificação que significa "separação para Deus", como uma forma de alcançar as bênçãos de Deus e infelizmente muitas vezes bênçãos materiais.
Quem busca à Deus apenas para esta vida, acabará se decepcionar nas provações, pois o maior presente que podemos receber de Deus é a vida eterna e é pra isto que o buscamos e nos separamos para Ele.
Devemos buscar primeiro o reino de Deus e tudo mais nos virá por acréscimo: Mateus 6: 33 Mas, buscai primeiro o reino de Deus, e a sua justiça, e todas estas coisas vos serão acrescentadas.
Portanto, busquemos em primeiro lugar os dons de AMAR e PERDOAR, pois se amarmos mais a Deus do que as coisas deste mundo e a nós mesmos, Ele nos sustentará e nos dará tudo que necessitamos, pois Ele já nos ama de maneira incompreensível.
Se amarmos os nossos semelhantes como Jesus nos amou e se perdoarmos os nossos semelhantes como Jesus nos tem perdoado, estaremos cumprindo a lei: Colossenses 3: 12 Revesti-vos, pois, como eleitos de Deus, santos e amados, de entranhas de misericórdia, de benignidade, humildade, mansidão, longanimidade; 13 Suportando-vos uns aos outros, e perdoando-vos uns aos outros, se alguém tiver queixa contra outro; assim como Cristo vos perdoou, assim fazei vós também.   
Em outra tradução diz assim: Colossenses 3: 12 Vocês são o povo de Deus. Ele os amou e os escolheu para serem dele. Portanto, vistam-se de misericórdia, de bondade, de humildade, de delicadeza e de paciência.  13 Não fiquem irritados uns com os outros e perdoem uns aos outros, caso alguém tenha alguma queixa contra outra pessoa. Assim como o Senhor perdoou vocês, perdoem uns aos outros.
Se pedirmos a Deus que nos dê os dons necessários para amá-lo de todo nosso coração, de toda nossa alma e de todo nosso entendimento e também o dom de amarmos os nossos semelhantes como a nós mesmos, (Mateus 22: 36-40) Tudo nos será acrescentado, inclusive a santificação que também depende dos dons vindos de Deus.
Nunca devemos buscar a santificação aparente, pois nosso Deus nos sonda e nos conhece, perante Ele tudo está nu e não há segredo algum que Ele não saiba, porem não nos desanimemos nunca, pois Jesus nos conhece e nos amou ao ponto de dar a vida por nós e Ele fez isto quando ainda estávamos totalmente perdidos em nossos pecados e é Ele quem vai nos edificar, nos tornar pessoas cada vez melhores.
Temos que reconhecer que não somos nada, que não temos nada, que somos desgraçados, e miseráveis, e pobres, e cegos, e nus; (Apocalipse 3: 17) E que só Jesus pode nos salvar; portanto, pesamos a Deus que nos dê os dons necessários, pois como está escrito: João 3: 27... O homem não pode receber coisa alguma, se não lhe for dada do céu.    

Alguns ensinamentos de Jesus:
- O malfeitor que foi crucificado ao lado de Jesus era santo? Não! Porem acreditou e foi salvo. (Lucas 23:43)
- O bom samaritano era santo? Não! Porem amou e teve compaixão do ferido. (Lucas 10:30)
- A mulher grega, siro-fenícia de nação era santa? Não! Porem alcançou misericórdia porque teve fé. (Marcos 7:26)
- O leproso que adorou Jesus dizendo: Senhor, se quiseres, podes tornar-me limpo era santo? Não! Porem acreditou e foi curado. (Mateus 8:2)
- A mulher que tinha fluxo de sangue era santa? Não! Más teve fé e como Ela quase todos alcançaram misericórdia pela fé e amaram a Jesus. (Marcos 5:34)
 Entendam que eu não estou dizendo que não é necessária a santificação, estou apenas mostrando pela vida de Jesus, que o mais importante é a reta justiça.
A santificação vem pela fé em Cristo e pelo praticar o amor, pois tudo são dons.
Nós não temos nada e não somos nada, somos sim, totalmente dependentes da misericórdia de Deus que é Jesus!

E para finalizar, vamos conhecer um ensinamento de Jesus:
O próprio Jesus foi acusado de pecado por se assentar com publicanos e pecadores, por comer sem lavar as mãos e por curar no sábado, porem Ele nos mostrou que o amor é maior do que tudo.
Jesus declarou não uma, más duas vezes dizendo o seguinte:
- Mateus 9: 13 Ide, porém, e aprendei o que significa: Misericórdia quero, e não sacrifício. Porque eu não vim a chamar os justos, mas os pecadores, ao arrependimento.
- Mateus 12: 7 Mas, se vós soubésseis o que significa: Misericórdia quero, e não sacrifício, não condenaríeis os inocentes.
O melhor exemplo de que realmente Jesus quer em primeiro lugar o amor é este: Em (Lucas 7: 36), aconteceu que Jesus estava na casa de um fariseu e entrou uma mulher pecadora e começou a lavar os seus pés com as lágrimas e a enxugá-los com os cabelos e a beijar-lhes os pés e ungi-los com o perfume. Quando o fariseu viu isto, pensou com sigo: “Se este homem fosse, de fato, um profeta, saberia quem é esta mulher que está tocando nele e a vida de pecado que ela leva.”
Porem Jesus que é onisciente, sabia exatamente quem era a mulher e também quem era o fariseu e até mesmo o que o fariseu estava pensando e lhe fez uma pergunta: Dois homens tinham uma dívida com um homem que costumava emprestar dinheiro. Um deles devia quinhentas moedas de prata, e o outro, cinqüenta, mas nenhum dos dois podia pagar ao homem que havia emprestado. Então ele perdoou a dívida de cada um. Qual deles vai ficar mais agradecido e também amá-lo mais? O fariseu respondeu corretamente: Eu acho que é aquele que foi mais perdoado!
Então Jesus lhe deu uma grande lição dizendo: Você está vendo esta mulher? Quando entrei, você não me ofereceu água para lavar os pés, porém ela os lavou com as suas lágrimas e os enxugou com os seus cabelos. Você não me beijou quando cheguei; ela, porém, não pára de beijar os meus pés desde que entrei. Você não pôs azeite perfumado na minha cabeça, porém ela derramou perfume nos meus pés. Por isso te digo que os seus muitos pecados lhe são perdoados, porque muito amou; mas aquele a quem pouco é perdoado pouco ama.
Moral da história: Deus nos perdoou de muitos pecados, a divida que nós tínhamos era impagável e Ele nos perdoou a nós todos, o que podemos fazer para lhe retribuir senão o amarmos sobre todas as coisas e aos nossos próximos como a nós mesmos?
Vamos aprender a amar a Deus, busquemos conhecê-lo, este é o caminho para a felicidade e amemos os nossos semelhantes, pois quem ama é nascido de Deus.